Marcas Aderentes

Black Pig Alentejo

O gosto e carinho de Miguel Ângelo Nunes pelo Alentejo e o seu ecossistema de sobreiros, cortiça, animais, plantas, praias e campos, esteve na origem da marca Black Pig Alentejo. Esta destilaria está situada em plena costa Alentejana, no concelho de Santiago de Cacém, sendo produtora de gin, rum e medronho.

Em 2019, a marca Black Pig Alentejo, com o seu Gin, tornou-se na marca mais premiada de toda a Europa, distinguida também como uma das melhores ideias empreendedoras em Portugal no TurismUP e com a conquista de várias medalhas de ouro em competições internacionais.

O seu modo de produção artesanal, respeitando os preceitos e tradições alentejanas, trabalhando exclusivamente com botânicos do montado e da costa alentejana, sem pegada ecológica e com consciência ambiental, fazem com que se produza um produto genuinamente alentejano e sustentável.

A biodiversidade deste ecossistema único é o seu catalisador e a Black Pig Alentejo também representa a cultura alentejana através da criação do pata negra em regime extensivo, em pleno montado em sintonia com árvores autóctones como o sobreiro e medronheiro. O pata negra, o verdadeiro senhor do montado, serve de inspiração para o nome do conceito Black Pig Alentejo no qual existe uma simbiose perfeita entre animais, ecossistema e produto final. Para além de contribuir para preservação do montado alentejano e valorização da economia local, serve também como modo de promoção da região, cultura e tradições alentejanas a nível nacional e internacional.

O último passo da marca foi a adesão à rolha de cortiça ao invés da anterior rolha metálica. O montado a marcar pontos…

Mais informações em:
www.facebook.com/ginblackpig

Montado – Cortiça com Arte

A Montado nasce no seio de uma empresa com mais de 40 anos de experiência no mercado. As origens são portuguesas mas o destino é o mundo… para um planeta mais verde e sustentável. É uma marca comunitária de artigos de moda amiga do ambiente, produzidos com uma matéria-prima de propriedades absolutamente únicas, a cortiça: 100% natural, renovável e biodegradável; 100% única, distinta e trendy.

Com a cortiça a marca criou malas, carteiras, calçado e muitos outros acessórios de moda de qualidade premium e design contemporâneo que lhe permitem afirmar os seus valores ambientais sem sacrificar a elegância e estilo pessoal. Adicionalmente, uma significativa e crescente quota dos artigos que constituem a coleção são também Vegan-friendly – 100% isentos de qualquer produto de origem animal.

Uma marca que, como genuinamente portuguesa, vê o montado e a cortiça como parte integrante da nossa cultura, do nosso DNA, um legado que quer partilhar consigo.

Comprar produtos de qualidade superior em cortiça nunca foi tão fácil, tudo à distância de um clic.

Mais informações em:
www.montado.pt
www.facebook.com/Montado.pt
www.instagram.com/montado.cork

Juncos – Mão com arte e saber

A Juncus é uma empresa familiar que surge do seu amor pelo artesanato e que procura pegar na tradição tornando-a contemporânea e original.

Uma das tendências nos acessórios de moda, são as malas artesanais. Conhecendo isso e vendo um grande potencial neste segmento, a Juncus criou malas 100% artesanais de junco com diferentes padrões contemporâneos que certamente irão contribuir para um look mais original e atual. Os juncos são colhidos nas planícies de Coruche e são a base da tradição familiar há já 4 gerações; o tear e o trabalho artesanal completam as cestas que embelezam e acabam com rigor e qualidade. Na sua coleção pode encontrar diversas cestas com um toque de estilo contemporâneo e atual mas guardando a autenticidade das suas técnicas e matéria prima de origem. Estas cestas podem ser personalizadas com qualquer acessório extra que se pretenda para incrementar alguma diferenciação ao produto, sendo a cortiça uma dessas opções.

De Coruche para o Mundo, produtos genuínos e simples de adquirir comodamente online.

Mais informações em:
www.juncus.pt
www.facebook.com/JUNCUS.pt

Entre Meios – Ideias e Recursos Locais

Concretizar ideias é o mote de Maria José Caçador e da sua Entre Meios. Um artesanato que resulta de várias vivências e vários locais, que fazem parte do seu percurso de vida.

Atualmente a cortiça e os produtos do montado, aliados a outros, são a sua base de trabalho.

Concretizar ideias com base na fórmula dos 3 “R” – Reutilizar, Reciclar e Recriar – faz de cada trabalho, a peça certa para determinada pessoa, a peça certa para determinado evento ou ocasião especial.

O limite é mesmo a imaginação e de tudo um pouco podemos encontrar no vasto portfólio da Entre Meios, desde bases para copos, marcadores de livros, molduras, malas e presépios passando por caixas de oferta para um bom vinho ou um original “jogo do galo”.

Se tem uma ideia para algo rústico e original e quiser alguém para a tornar realidade, não hesite em contactar a Entre Meios.

Mais informações em:
www.facebook.com/entre.meios.ideiaslocais

Restaurantes Sabores de Coruche

Trata-se de um restaurante bem situado, de fácil acesso, vocacionado para cozinha ribatejana, com maior incidência em carnes, nomeadamente a brava, mas também com variados pratos de peixe.

Os sabores do extenso montado de Coruche e dos campos do Sorraia estão bem representados, através de uma confeção cuidada, com base no que de melhor a terra selvagem nos permite desfrutar e como disso são exemplos a carne brava – tanto de caça como de touro bravo -, o porco preto do montado, espargos, túberas, cogumelos, para além de peixes como o achigã e o sável.

Um espaço Indicado para pequenos grupos familiares, de amigos ou de negócios.

Mais informações em:
243 618 319

Jacinto Rodrigo – Apicultor

Jacinto Santos Rodrigo nasceu em Coruche em 1950. O seu avô e pai haviam sido apicultores, pelo que o seu contacto com essa atividade começou desde muito novo.

Há cerca de trinta anos rendeu-se à apicultura e dedicou-se de corpo e alma, inicialmente em cortiços que mais tarde foram substituídos por caixas. Chegou a ter 200 colmeias, sobretudo localizadas no montado da Herdade da Agolada, estando a produção intrinsecamente ligada ao clima e flora local.

Em períodos de maior produção exportou para outros países da Europa, centrando a sua oferta em mel de rosmaninho, eucalipto e multifloral e pólen. Para além da revenda, faz também venda direta, nomeadamente a particulares que confecionam os tradicionais bolos de mel e ao público em geral, participando regularmente em diversas feiras tais como a FICOR e Sabores do Toiro Bravo e outros eventos. Como complemento, a sua mulher Maria Rosa produz velas com as mais diversas formas, vendendo ambos os seus produtos no Mercado Municipal de Coruche aos sábados de cada mês.

Mais informações em:
919 059 134

Artifícios

A madeira de sobreiro e oliveira estão na base do trabalho da Artifícios. Desde 2002 que Sandra Velez aposta em trabalhos feitos maioritariamente com estes materiais, trabalhos que surgem espontaneamente ou por pedido específico.

Elegância, sentido estética e um cuidado superior com os detalhes fazem de cada peça única, carregada de autenticidade, um dos cuidados desta artesã coruchense.

Entre os inúmeros trabalhos, destaque para bases para vários propósitos, seja para entradas de uma refeição, para serviço de chá, passando por apoios para tablets.

Os seus produtos podem ser encontrados no Posto de Turismo de Coruche, em Ponte de Sôr na loja “Cscork” e também em eventos e feiras de artesanato, como a FICOR e a Feira Internacional de Artesanato na FIL.

Mais informações em:
sandra.ribatejo@sapo.pt

Menu